Circuito Espelho d’Água…

REUNIÃO DO CIRCUITO ESPELHO D’ÁGUA DISCUTE NOVAS

DIRETIVAS E PARTICIPAÇÃO NO SALÃO SÃO PAULO DE TURISMO

Uma reunião com os gestores de Turismo das cinco cidades que formam o Circuito Turístico Espelho d’Água aconteceu na tarde da última quarta-feira, 15/03, na Secretaria de Turismo, em Santa Fé do Sul, e deve reforçar o trabalho conjunto de Carlos Fernando da Silva (Rubineia); José Flávio (Santa Clara d’Oeste); Rui Reis e Carine Nicoleti (Santa Fé do Sul); Elizangela e Lorreny (Santa Rita d’Oeste); e Chico (Três Fronteiras), com o objetivo de fortalecimento da regionalização do Turismo na comarca. O encontro, que contou com a presença dos convidados especiais, Ana Paula Enside e João de Deus (Grandes Lagos Termas Clube), que deixaram suas sugestões quanto à confecção de folheteria (folders, cartões postais, etc…) para divulgação do circuito em feiras, ação que coincide com o surgimento de iniciativas para participação de instituições do trade turístico regional. “Além da crescente importância econômica e da geração de emprego e renda, o turismo também valoriza os talentos e a história da comunidade regional. Rubineia participa do Salão SP de Turismo desde 2005 e da Feipesca desde 2007, e os resultados são promissores, do ponto de vista do aumento da demanda que, apesar da grave crise, entre 2014 e 2016, o crescimento do número de turistas em Rubineia avançou 8,7%, de acordo com a Pesquisa de Demanda Turística realizada pela Prime Brasil. Essa dinâmica retratada na pesquisa mostra, também, que os empregos diretos e indiretos do setor se mantiveram estáveis. Existe um velho e sábio ditado: quem não se promove se esconde no anonimato. E promoção esta ligada a participação”, destacou Carlos Fernando. “Além das iniciativas paralelas que surgem em cada cidade da região, Santa Fé do Sul vem promovendo eventos, como o tradicional campeonato de pesca. E defendemos a integração do circuito através de um roteiro turístico que remeta ao consumo de um café colonial e a degustação da gastronomia regional, por exermplo, passando por sítios ou fazendas”, argumentou Rui Reis. Antes do encerramento da reunião, ficou acertado que cada município deve levar sugestões para elaboração do roteiro e do material, que deve ser avaliado na próxima reunião quando ficará acertado a participação do circuito no Salão São Paulo de Turismo.

 

SHARE